Sábado, 17 de novembro de 2018
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Clube de Astronomia

Louis Cruls

Ouvindo Luzes Universais...

23/10/2018 às 10h35

Reprodução
Ouvindo Luzes Universais...
No passado observávamos no firmamento o que nossa visão permitia. Para poder olhar mais longe, construímos instrumentos para nos auxiliar. Telescópios e máquinas fotográficas se uniam para permitir a observação de mais detalhes dos astros. Uma nova possibilidade se apresentou com a descoberta feita pelo físico norte-americano Karl Guthe Jansky. Nascido no dia 22 de outubro de 1905 foi contratado pelo Bell Telephone Laboratories em 1928.

O seu trabalho era pesquisar sobre as fontes de interferência na transmissão de sinais de rádio. A faixa de frequência que analisava correspondia as de ondas curtas, comprimentos de onda com valores entre 10 e 20 metros. Desenvolveu um sistema de antenas para analisar a frequência de 20,5 MHz, que corresponde a um comprimento de onda da ordem 14,5 metros. Após alguns meses de trabalho já havia identificado algumas fontes de interferência. Algumas delas já eram conhecidas na época.

Havia porém algumas delas, menos intensas, que tinham origem desconhecida. Jansky direcionou o seu trabalho para a identificação dessas novas fontes de interferência. O objetivo principal era poder, com a identificação das fontes de interferência, melhorar a transmissão das ondas de rádio. Após uma árdua pesquisa identificou que essa fonte de interferência não tinha origem na Terra. Parecia estar vindo da Via-Láctea, mais precisamente da direção do centro da nossa Galáxia, que está localizado na direção da constelação de Sagitário.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Publicou em 1933 um trabalho com dados sobre o resultado de suas investigações. A partir desse dia teve início a radioastronomia. Uma nova área de pesquisa.

Em 1937 o norte-americano Grote Reber, motivado pelo trabalho de Jansky, construiu no quintal de sua casa um radiotelescópio, a partir de uma antena parabólica com mais de 9 metros de diâmetro. Conseguiu realizar medições sistemáticas e comprovar os resultados obtidos por Jansky. A partir desse momento a cada dia maiores e mais potentes radiotelescópios vêm sendo construídos. O espectro eletromagnético não se limita somente a faixa que observamos e as ondas de rádio.

Há outras faixas nas quais também poderiam ser detectadas emissões realizadas pelos astros. A atmosfera da Terra porém impede que algumas dessas ondas eletromagnéticas cheguem até a superfície da Terra. É o que ocorre com os raios X, Raios Gama e a maior parte da faixa do Ultravioleta. Para podermos observar nessas regiões do espectro eletromagnético é necessário colocar um observatório acima da atmosfera terrestre. Com o domínio tecnológico alcançado pela humanidade, nos últimos anos foram desenvolvidos diversos instrumentos de observação nessas faixas do espectro eletromagnético para serem colocados em órbita da Terra.

São os famosos telescópios espaciais. O mais famoso deles é o Hubble. Porém há diversos outros que já estiveram em órbita da Terra, ou que ainda se encontram em funcionamento. Entre eles deve-se destacar o Compton, que fez observações na faixa dos raios Gama, o Chandra, que faz observações na faixa dos raios X e o Spitzer que faz observações na faixa do infravermelho. Há alguns ainda em atividade e vários que estão aguardando a colocação em órbita ou sendo projetados. Conhecemos hoje muito mais detalhes do Universo devido a esses telescópios espaciais. A humanidade conseguiu estender os seus sentidos.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Construiu auxiliares competentes. A cada dia mais surpresas são reveladas com a ajuda desses potentes instrumentos de observação. Quem quiser conhecer em mais detalhes a história da radioastronomia deve ler o livro “No Reino dos Astrônomos Cegos” escrito pelo brasileiro Ulisses Capozzoli.

Céu limpo para todos

 

                                                                                   por Marcelo de Oliveira Souza


+ NOTÍCIAS

Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso