Quarta-feira, 12 de dezembro de 2018
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Coluna do Psicanalista

Luiz Duncan

O discurso do Ódio

07/10/2018 às 07h45 07/10/2018 às 07h47

Reprodução
O discurso do Ódio
Em 1938, aos 82 anos, Freud desembarcou em Londres vindo da Áustria que tinha sido invadida pelas tropas de Adolf Hitler, ele só conseguiu fugir por intervenção da embaixada dos EUA e da princesa Marie Bonaparte, sobrinha bisneta de Napoleão, na foto acima junto a Freud. Antes de partir, a Gestapo exigiu a assinatura numa declaração de que ele havia sido tratado com cortesia. Com ironia Freud escreveu: “recomendo calorosamente a Gestapo a qualquer um”.

Freud teve seu patrimônio financeiro confiscados e seus livros, por serem considerados heresia e afronta à raça ariana, foram queimados em praça pública por jovens nazistas. Freud escreveu a um amigo: “Veja que progresso da civilização, em outros tempos teriam me levado à fogueira, hoje se contentam em queimar meus livros”.

A pergunta que insiste é: como jovens nazistas se prestaram a isso?  Como Adolf Hitler conseguiu alienar tantas pessoas para cometer estes crimes até hoje inaceitáveis pela maioria da população mundial?

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Adolf Hitler nasceu em 20 de abril de 1889. É considerado o homem mais perverso da história, inegavelmente seu poder de induzimento, sua certeza e sua oratória sempre foram seu maior trunfo. Hitler usava tom de voz alto sem hesitação, convicto do que estava falando. A linguagem utilizada em seus pronunciamentos era para ser compreensível, do mais culto ao mais ignorante. Hitler costumava ensaiar sua performance diante de um espelho antes de “entrar em cena”.

Em meio à crise econômica e ao sentimento de humilhação trazidos pela derrota da Alemanha na primeira grande guerra, o sucesso dos judeus que foram acusados por Hitler de subversão e especulação na guerra perdida, o medo, o ódio, a raiva e a intolerância determinaram que grande parte da população aceitasse as ideias de Hitler. Os industriais e proprietários rurais, cansados de tanto impasse, havia muito tempo tentavam trocar a república por um governo autoritário.  É nesse ovo que se engendra a serpente do caos.

Hitler se aproveitou de uma Alemanha pobre e descrente, que necessitava de autoestima para convencer as pessoas, através do medo e do ódio, a acreditar em suas mentiras, assim, levou o mundo à maior guerra de sua história.  O discurso do ódio, utilizado por Hitler, serve para insultar, perseguir e justificar a privação dos direitos humanos, assim como, inferioriza e incita grupos contra grupos, tendo por base características como raça, gênero, etnia, nacionalidade, religião, orientação sexual ou outro aspecto passível de discriminação.

 

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

                                                               Luiz Roberto Duncan

                                                                     Psicanalista

 

 

 

 


+ NOTÍCIAS

Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso