Sábado, 25 de janeiro de 2020
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Plantão Ururau

Homem é esfaqueado após ser suspeito de estuprar adolescente no Parque Aldeia

Um homem, identificado com as iniciais A.O.S., de 50 anos,  suspeito de estuprar uma adolescente, na Rua E, no Conjunto Habitacional do Parque Aldeia, em Campos. Ele foi esfaqueado pela irmã da vítima na manhã deste sábado (25/01). ... continuar lendo

Coluna do Trabalhador

Sindipetro

País bate recorde de informalidade e desemprego atinge 12,4 milhões de brasileiros

02/12/2019 às 14h37

Reprodução
O número de empregados com carteira de trabalho assinada ficou estável em relação ao trimestre anterior e na comparação anual e somou 33,2 milhões de trabalhadores.
Da Imprensa da CUT – Com mais um recorde no avanço da informalidade, a taxa de desemprego registrou leve queda no trimestre móvel encerrado em outubro, mas ainda atinge 12,4 milhões de trabalhadores e trabalhadoras.

De acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad/Contínua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados no último dia 29, a taxa de desemprego caiu 0,2% ponto percentual entre agosto e outubro e ficou em 11,6%. No trimestre encerrado em junho a taxa foi de 11,8%.

O trabalho sem carteira assinada e por conta própria bateram novo recorde entre agosto e outubro, segundo o IBGE. O número de trabalhadores sem carteira de trabalho assinada contratado pelo setor privado subiu, em 2019, para 11,9 milhões, ou 2,4% (mais 280 mil pessoas) sem direitos. Outros 4.565 domésticos também não têm carteira assinada.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Já o total dos que trabalham por conta própria, subiu para 24,4 milhões de pessoas, o que representa uma alta de 3,9% (mais 913 mil pessoas) em relação ao mesmo período de 2018.

O número de empregados com carteira de trabalho assinada ficou estável em relação ao trimestre anterior e na comparação anual e somou 33,2 milhões de trabalhadores.

A taxa de subutilização da força de trabalho caiu, puxada pelo aumento da jornada de trabalho dos informais e pela redução do contingente dos que trabalham menos de 40 horas semanais – subocupados por insuficiência de horas trabalhadas – de 24,6% no trimestre móvel anterior para 23,8%, mas ainda atinge 27,1 milhões de trabalhadores e trabalhadoras.

De acordo com a analista da pesquisa do IBGE Adriana Beringuy, a redução da taxa de subutilização da força de trabalho está relacionada “a um maior número de pessoas trabalhando mais horas, o que diminui o contingente de trabalhadores subocupados por insuficiência de horas”, ou seja, aqueles que trabalham menos de 40 horas por semana, mas gostariam e estavam disponíveis para trabalhar mais.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

O número de subocupados diminuiu 4,5% em relação ao trimestre anterior, com uma redução de 332 mil pessoas, atingindo 7 milhões de trabalhadores.

O número de desalentados (aqueles que desistiram de procurar emprego) também recuou, para 4,6 milhões, com queda de 4,5% (menos 217 mil pessoas) em relação ao trimestre móvel anterior, mas estatisticamente estável frente ao mesmo trimestre de 2018.

Números do trimestre encerrado em outubro da Pnad

Taxa de desemprego: 11,6%

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Total de desempregados: 12,4 milhões de pessoas

Taxa de subutilização: 23,8%

Total de subutilizados: 27,1 milhões

Desalentados: 4,6 milhões

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Sem carteira: 11,9 milhões

Por conta própria: 24,4 milhões

Fonte: Ascom

+ NOTÍCIAS

Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso