Quarta-feira, 17 de outubro de 2018
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Coluna Dom Roberto

Dom Roberto

A autonomia do Laicato, a laicidade e o pluralismo legítimos

15/10/2018 às 09h37

Neste Ano Nacional do Laicato, é importante respeitar e incentivar a autonomia e a liberdade do Laicato nas coisas temporais, para que possam cumprir sua missão de ser Sal da Terra e Luz do mundo. O cân. 227, afirma especificamente: "É direito dos fiéis leigos que lhes seja reconhecida, nas coisas da sociedade terrestre, aquela liberdade que compete a todos os cidadãos; usando dessa liberdade, procurem imbuir suas atividades com o espírito evangélico e atendam a doutrina proposta pelo Magistério da Igreja, evitando, contudo, em questões opináveis, apresentar o próprio parecer como doutrina da Igreja".

Mais adiante, quando se trata dos deveres dos clérigos, no cân. 275, § 2, se prescreve: "Os clérigos devem reconhecer e promover a missão que os leigos exercem na Igreja e no mundo, cada um conforme a parte que lhe cabe". Isto significa que o Laicato é um sujeito eclesial adulto, é não cabresteado ou dirigido a respeito de quem deve votar ou a que partido deve aderir, mas estimulado ao discernimento e à reflexão inspirada no Evangelho e na Doutrina Social da Igreja atualizada.

Os clérigos, que pressionam ou usam de seu ministério espiritual para coagir ou induzir o voto, lesam a consciência e a liberdade dos seus irmãos leigos, mantendo-os na infantilidade e dependência. Sua tarefa é ajudar a discernir e formar retamente a consciência, capacitando os leigos para seu desempenho em condições de igualdade com os outros cidadãos, reconhecendo o legítimo pluralismo das opções político-partidárias, campo prudencial do possível e do desejável.

Intimidar ou condicionar atitudes, falando da condenação eterna ou de penas extintas ou claramente reformuladas no código atual, com benignidade medicinal, conduz inevitavelmente a abandonar o oficio de pastor misericordioso e compassivo do rebanho.

Nunca como hoje, é necessário uma cultura de diálogo, empatia e profunda comunhão entre pastores e leigos, para testemunhar o rosto de uma Igreja encarnada, servidora, com presença pública e compromisso com os pobres, sinal inequívoco de unidade, de Paz e de justiça. Deus seja louvado!

Dom Roberto Francisco Ferreria Paz

Bispo de Campos (RJ)

+ NOTÍCIAS

Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso