Terça-feira, 18 de dezembro de 2018
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Coluna Dom Roberto

Dom Roberto

Ouvi o clamor deste povo!

26/11/2018 às 12h15

Há 30 anos, acontecia a primeira Campanha da Fraternidade com o tema do Negro e com o Lema: “Ouvi o clamor deste povo!”. Com a lei, 10639, de 09 de janeiro de 2003, se institui o feriado facultativo (ficava a critério dos Estados decidir a obrigatoriedade) do 20 de novembro como o Dia da Consciência Negra; também esse diploma legal instaurou o Ensino de História e Cultura Afro- brasileira. Queria-se, com esta legislação, superar os malefícios sofridos pelos cidadãos negros na história brasileira.

Ao mesmo tempo, refletir sobre a verdade da escravidão e do processo abolicionista, que não concluiu totalmente. Superar argumentações falaciosas a respeito da suposta benignidade da escravidão brasileira, e da abolição, como um presente recebido pelos negros sem lutas ou resistências. Basta olhar os arquivos e registros das últimas décadas, anteriores a 1888, que se descobrir?o: fugas, queimadas e homicídios, de uma violência estrutural opressiva contra o negro.

Desfazer o preconceito racial expresso no discurso do ministro José Pedro Dias de Carvalho no Senado: O Brasil não ganha com a Introdução dessa espécie da população, entendo que o maior cuidado e empenho do governo deve ser introduzir colonos brancos, para assim arredar essa população heterogênea que não deixa de inspirar alguns receios. Dia de reconciliação, pois muitos ainda discriminam, esquecendo o que Jaime Pinsky coloca com propriedade: Olhamos os negros com rancor, como se eles tivessem escolhido vir para cá manchar a sociedade branca. Após escravizá-los, reclamamos de seu caráter submisso. Após esmagá-los de trabalho por séculos, falamos de sua preguiça. Depois de deixá-los na rua, quando da Abolição, não nos conformamos com sua pobreza. O problema do negro deve ser explicado pela História, nunca pela biologia (12 faces do preconceito, pag. 23). É, de veras, pouco, uma data para fazer tantas considerações; nos EEUU, que gostamos de imitar, é todo um mês o Black History Month, celebrado em fevereiro. Chegará um dia, como falava Martin Luther King à sua filha, que não se falará mais de racismo, de discriminação racial, de Dia da Consciência Negra, mas, até lá, com os irmãos negras e negros, os cristãos e todos os homens e mulheres de bem, estaremos lado a lado caminhando juntos pelo Reino. Deus

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

seja louvado!

Dom Roberto Francisco Ferreria Paz

Bispo de Campos (RJ)


+ NOTÍCIAS

Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso