Domingo, 22 de abril de 2018
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Coluna Ranulfo Vidigal

Ranulfo Vidigal

Afinal a quem serve a cidade?

17/01/2018 às 19h32 E ATUALIZADO: 17/01/2018 às 21h33

A chegada da conta de luz encarecida pela “nova” taxa de iluminação pública suscita um importante debate sobre a qualidade dos serviços na capital do açúcar e do petróleo que detém o quarto maior orçamento público dentre as 92 cidades fluminenses.  Na comparação nacional, apesar da queda na indenização do petróleo, a cidade mantém-se em as 30 com maior fundo público, mas suas políticas públicas nem sempre são as mais eficientes, eficazes e efetivas como sugerem os manuais de boa gestão.

Uma municipalidade deve ser pensada e planejada para atender prioritariamente às pessoas, que necessitam de unidades de saúde com bom atendimento, hospitais públicos sem pacientes nos corredores, ou em intermináveis filas. Ruas bem iluminadas e mais seguras, sem entulho de obras e resíduos atrapalhando a circulação nas calçadas, lixo coletado e tratado adequadamente, trânsito bem gerido e transporte público com oferta adequada de horários e preços módicos.

A especulação imobiliária, a falta de espaço nas cidades, a expulsão dos pobres para cada vez mais longe dos recursos urbanos e a falta de moradia estão entre os maiores problemas sociais do nosso país.O Estado brasileiro continua, na sua tradição autoritária, a responder as demandas sociais como sempre fez: na bala.

Não há qualquer esforço para se resolver o problema de maneira social, inteligente, política. No suposto Estado democrático de direito brasileiro a “questão social é um caso de polícia” na maioria das vezes. Lembra Beltolt Brecht, para quem “do rio que tudo arrasta, diz-se que é violento. Mas ninguém chama violentas às margens que o comprimem”. 

 

Ranulfo Vidigal – economista.

 

+ NOTÍCIAS

Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso