FECHAR[X]

17 de janeiro de 2014 · 19:43

COMPARTILHE


REDES

RSS

ESPORTE - Diga que fico ...

Elias acerta permanência: 'Estou feliz por continuar no Botafogo'

Atacante foi um dos artilheiros do time na temporada 2013, com 10 gols
SSPress - Botafogo FR

Atacante foi um dos artilheiros do time na temporada 2013, com 10 gols

O campista Elias jogará ao menos mais uma temporada no Botafogo. O atacante, que pertence ao Resende, vivia a expectativa, desde o último final do Campeonato Brasileiro, de se transferir para o futebol internacional e o destino mais cogitado era a China, o que acabou não se confirmando. O Botafogo, que tinha o direito de compra no valor de R$ 2,5 milhões, não o exerceu e renovou o empréstimo. O alvinegro é dono de 50% de seus direitos econômicos. 

Procurado pela equipe de reportagem do Site Ururau para falar das possibilidades de seu futuro, ainda no mês de dezembro, quando passava as férias em sua cidade Natal, Campos, Elias afirmava que preferia esperar a definição por parte de seu empresário Jorge Moraes e do Resende, para somente depois falar. 

E nesta sexta-feira (17/01) o atleta, que completa 27 anos em fevereiro, conversou com a equipe do Site Ururau e demonstrando alegria e alívio por ter seu futuro definido confirmou que se reapresenta ao alvinegro neste sábado (18/01).

“Estou feliz por continuar no Botafogo, clube que tenho um enorme carinho, com uma torcida extraordinária e o grupo de companheiros que tive a oportunidade de jogar em 2013 e ser muito feliz. Sinto como estar em casa, e ‘o bom filho a casa torna’. Começo a treinar amanhã e estou ansioso para começar a trabalhar novamente no Botafogo”, declarou o jogador que durante esse tempo manteve-se trabalhando fisicamente em uma academia no Rio de Janeiro. 

O ano de 2013 terminou como um dos artilheiros da equipe no Campeonato Brasileiro, com 10 gols. Além da possibilidade de seguir para China teve seu nome especulado para outros clubes no país, e apesar de nada oficial, o que mais se ouviu foi o Santos, para onde foi o treinador Oswaldo Oliveira, que o treinou no Botafogo e quem lhe deu a oportunidade no time.

Sobre os times que de fato teriam demonstrado interesse em contratá-lo, o atleta preferi rolar a bola para o empresário. “Tudo isso ficou a cargo do meu empresário e só ele mesmo pode dizer o que teve, mas o que importa é que chegamos a uma decisão e vou continuar no Botafogo sonhando em ter um ano tão especial como foi o de 2013. No Brasileiro, campeonato  que reúne os maiores nomes do nosso futebol, tive a felicidade de fazer 10 gols e poderia ter sido até melhor, pois cheguei a ficar 10 jogos fora contundido”. 

A cobrança no início da temporada parece que não se repetirá este ano, pois de desconhecido passou a ídolo da camisa 39. “Tinham as críticas no início e desconfiança, mas depois viram que não era bem assim e nos apoiaram. Foi um ano muito bom. Já tinha tido essa experiência no Bahia de sofrer muita cobrança, mas futebol é assim mesmo, ainda mais em time grande”. 

Sobre a escolha do número de sua camisa o jogador revelou que foi uma escolha da mãe que não pretende mudar nunca mais. “Na verdade queria jogar com a 99 quando cheguei, mas o clube tem uma filosofia de não usar números tão altos assim. Ai, liguei para minha mãe e pedi para que ela escolhesse um número e ela ‘de primeira’ mandou o 39, não sei o motivo, coisa de mãe e deu super certo, coisa de mãe mesmo. Vou jogar com esse número para o resto de minha vida (risos)”.

A oportunidade de ter jogado com um dos maiores nomes do futebol mundial, o meia Seedorf, segundo Elias, foi a maior experiência e que foi o suficiente para aprender o que precisa fazer para ser um profissional bem sucedido. “Aprendi muito com ele. Sempre conversou muito comigo. Muito exigente, profissional e por isso conquistou tudo no futebol, se tornando a referência e ídolo que é de torcedores e jogadores. Mas tem uma coisa em especial comigo que jamais vou esquecer e que guardarei com muito carinho. Uma vez ele me disse:  ‘o time com você joga diferente’. Isso foi sensacional pra mim”.

Para a disputa da Taça Libertadores o time do Botafogo teve o elenco modificado, mas nada que mude a expectativa do atleta de uma disputa dos sonhos. “Tenho certeza que o Botafogo só tem a ganhar com os nomes que reforçam o time. A Libertadores pra mim é sonho. Sempre tive vontade de jogar uma Libertadores. Temos certeza que vamos passar da primeira fase e fazer uma grande campanha depois de muitos anos do clube fora da mais importante competição da América”, declarou o atacante que elogiou também o treinador Eduardo Hungaro. “Ele era o treinador dos juniores e também trabalhamos com ele, que nos conhece bem e nos dava muitos conselhos também”.

Publicidade


Postado por: Ururau

Fonte: Ururau

Siga: twitter.com/siteururau

Fale conosco, clique aqui!

COMPARTILHE


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Ururau

Ururau © Copyright 2008 - 2014
Criado em Novembro/2008 • Novo Site 01 de Janeiro/2013
Contato: (22)9988-24858 / (22)2722-2468
Contato Redação: ururau@ururau.com.br • Contato Comercial: comercial@ururau.com.br
Fale conosco, clique aqui!

Buscas

ByChucas.com