Após charge, professor é alvo de polêmica em Campos

Facebook Whatsapp Twitter
Segunda-feira, 17 de junho de 2019
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Cidades

Após charge, professor é alvo de polêmica em Campos

Facebook Whatsapp Twitter Google+

21/03/2019 às 17h29

Reprodução
Segundo a coordenadora geral do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe/Campos), Graciete Santana, o sindicato está apoiando juridicamente o professor e são infundadas as acusações contra ele.

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
Um professor da escola Liceu de Humanidades de Campos foi alvo de polêmica nesta quarta-feira (20//03), após apresentar uma charge ao terceiro ano do ensino médio.

De acordo com o professor de português, literatura e produção textual, a problemática em torno da atividade aconteceu após a charge ter sido retirada do contexto proposto por ele.

“Foi feito um trabalho em sala de aula sobre a charge, e ela foi dada dentro de um contexto político. Uma pessoa pegou de forma descontextualizada e atribuiu a ela uma conotação sexual”, disse.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

A charge usada na atividade dada pelo professor está disponibilizada no site Humor Político desde 2017 e nela estão ilustrados o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, embaixo de um lençol. Além disso, a bandeira norte-america é o pano de fundo da imagem que, segundo o professor, poderia representar a subserviência do Brasil em relação aos Estados Unidos.

O educador disse, também, que permanece lecionando e que levar a atividade aos alunos é parte de seu trabalho.

“O que eu fiz foi cumprir meu trabalho, foi levar aos alunos o que é cobrado dentro do Enem. A charge é uma tipologia textual que é muito usada na prova”, acrescentou.

Segundo a coordenadora geral do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe/Campos), Graciete Santana, o sindicato está apoiando juridicamente o professor e são infundadas as acusações contra ele.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

“Nós discordamos totalmente de qualquer questionamento em relação à prática docente do professor no uso de um instrumento pedagógico importante, como é a charge. Ele não cerceou em momento nenhum o viés do texto, deixou livre para cada um ter sua própria interpretação”, disse.

O Site Ururau também entrou em contato com a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), e em nota a secretaria informou:

“A Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) informa que será instaurada uma sindicância para apurar o caso. O professor ficará afastado das atividades até a conclusão do processo”.  

Fonte: Ururau


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso