Campos, Macaé e Rio das Ostras com atos contra a ''reforma'' da Previdência

Facebook Whatsapp Twitter
Quarta-feira, 26 de junho de 2019
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Cidades

Campos, Macaé e Rio das Ostras com atos contra a ''reforma'' da Previdência

Facebook Whatsapp Twitter Google+

22/03/2019 às 12h46 22/03/2019 às 12h46

Ascom
Em Macaé, o protesto aconteceu, na Praça Veríssimo de Melo

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
Os Sindicatos e movimentos sociais realizaram nesta sexta-feira, (22/03),em todo o País, centenas de atos e outras formas de mobilização nas maiores cidades para chamar a atenção da população para os ataques às aposentadorias e pensões. No Norte Fluminense, o Sindipetro-NF realizou atos em Campos, Macaé e Rio das Ostras.

Em Macaé, o protesto aconteceu, na Praça Veríssimo de Melo — com concentração em um café da manhã coletivo e diálogo com a população, seguido de passeata até a sede do INSS no município.

Em Campos o primeiro ato aconteceu  às 10h e às 16h, no Calçadão. E em Rio das Ostras, a manifestação será às 15h30, na Praça José Pereira Câmara.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

No Rio de Janeiro diversas categorias irão se mobilizar, cada uma a sua maneira, desde as primeiras horas do dia para debater a pauta diretamente em suas bases e com a população em geral.

Acontecerá um ato unificado no fim da tarde que caminhará da Igreja da Candelária até a Cinelândia, tendo início às 16 horas e previsão de término às 22h.

Os protestos desta sexta-feira fazem parte de um grande esforço para contrapor a propaganda do governo e da grande mídia de que a “reforma” da Previdência é necessária para o País.

Confira abaixo alguns dos ataques embutidos na proposta enviada pelo governo Bolsonaro ao Congresso Nacional. Materiais de campanha e mais informações estão disponíveis no site reajaagora.org.br.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Os ataques

1 Exclui ou retarda o acesso à aposentadoria e demais direitos previdenciários.

2 Reduz o valor dos benefícios.

3 Transfere progressivamente parte ou todo o fundo público para o sistema financeiro privado e ampliar a desoneração do setor empresarial.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

4 Prejudica principalmente os mais precarizados no mercado.

5 Ignora o enorme contingente de trabalhadores informais que hoje estão excluídos da previdência.

6 Aumenta as restrições de acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC).

7 Revê o pacto construído na sociedade na Constituição Federal de 88 (de universalidade, solidariedade, capacidade contributiva, financiamento tripartite (empregadores+ trabalhadores+ Estado), diversidade na base de financiamentos e consideração de desigualdades).

Fonte: Ascom


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso