Paralisação: Servidores de Campos entram em greve

Facebook Whatsapp Twitter
Sábado, 20 de julho de 2019
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Cidades

Paralisação: Servidores de Campos entram em greve

Associação informa que governo não se posicionou sobre contraproposta

Facebook Whatsapp Twitter Google+

14/05/2019 às 18h55 15/05/2019 às 07h32

Divulgação WhatsApp
Uma agenda de greve foi definida em reunião no Siprosep

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
Após reunião realizada na noite desta terça-feira (14/05), no Sindicato dos Servidores Municipais (Siprosep), os servidores públicos de Campos decidiram deflagrar greve por tempo indeterminado a partir desta quarta-feira (14/05). Diversos atos estão agendados para amanhã. Das 6h30 às 09h30 haverá piquetes nas unidades e secretarias do município. Às 10h, uma manifestação no Pelourinho. E para fechar o dia, ato na Câmara de Vereadores a partir das 16h.

“A greve é fato e está respaldada pela Constituição. O Siprosep, assim como o Sepe (Sindicado Estadual dos Profissionais da Educação), enviou o comunicado para o governo dentro do prazo legal. Logo nas primeiras horas da manhã estaremos indo para as portas das unidades do município para conscientizar o servidor da necessidade de vir pra luta”, comentou a presidente da Associação dos Servidores Públicos Municipais de Campos dos Goytacazes (Aspmcg), Elaine Leão.

De acordo com a presidente, “estaremos nas ruas por melhores condições de trabalho, não estamos mais conseguindo manter da forma que estamos trabalhando. Precisamos de reajuste, valorização e, principalmente, respeito”, pontuou.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

De acordo com o diretor de patrimônio da Aspmcg, Luiz Henrique Porto, o governo não se posicionou dentro do prazo a contraproposta de reajuste salarial de 11,83% a serem pagos em três meses.  A contraproposta apresenta pela comissão de negociação é de reajuste de 4,58% na folha salarial de maio de 2019, referente a março de 2018 a março de 2019; 2,68% na folha salarial de junho, referente a março de 2017 a março de 2018; e 4,57% na folha salarial de julho, referente a março de 2016 a março de 2017.

Na próxima sexta-feira (17/05), uma nova assembleia será realizada quando os servidores revogarão, ou não, a greve por tempo indeterminado.

Em nota, sempre aberta ao diálogo, a secretaria de Gestão Pública recebeu mais uma vez representantes das categorias dos servidores municipais na última sexta-feira (10/05), onde foi esclarecida a base de cálculos de reajuste proposto pela Prefeitura. Na ocasião, foi apresentada oficialmente, ainda, proposta por parte dos representantes dos servidores, que será analisada pelo corpo técnico da Prefeitura. O Prefeito Rafael Diniz, secretaria de Gestão Pública e demais órgãos permanecem abertos ao diálogo como acontece nos últimos dois anos e mantém conversa com os servidores, apresentando de forma transparente os impactos que o município teve com as limitações econômicas e queda de arrecadação.

Fonte: Redação


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso