Rio de Janeiro pode perder R$ 70 bilhões com redistribuição dos royalties, diz ANP

Facebook Whatsapp Twitter
Domingo, 15 de setembro de 2019
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Cidades

Rio de Janeiro pode perder R$ 70 bilhões com redistribuição dos royalties, diz ANP

Facebook Whatsapp Twitter Google+

20/05/2019 às 17h51

Assessoria de Imprensa
De acordo com o deputado, "essa é uma briga da sociedade do Rio"

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
A ANP (Agência Nacional do Petróleo) revelou nesta segunda-feira (20/05) parte do impacto negativo que a redistribuição dos royalties vai causar aos Estados e municípios produtores de petróleo. Somente Estado e municípios produtores do Rio de Janeiro vão ter uma perda de R$70 bilhões em cinco anos. Os dados foram anunciados em reunião solicitada pelo deputado federal Wladimir Garotinho com o diretor-presidente da ANP, Décio Oddone. Em abril, o presidente Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, anunciou para novembro o julgamento da ação para a divisão dos royalties no país.

O encontro contou com a presença do senador Arolde de Oliveira (PSD/RJ); do deputado federal Hugo Leal (PSD/RJ); do deputado estadual Bruno Dauaire (PSC/RJ), do presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio de Janeiro, Marcelo Mérida; da gerente de petróleo e gás da FIRJAN e diretora geral da Organização Nacional da Indústria do Petróleo da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), Karine Fragoso

De acordo com o deputado Wladimir Garotinho, várias informações oficias foram solicitadas para a ANP. “Queremos dar embasamento ao estudo que estamos desenvolvendo para levar aos ministros (do STF), aos demais deputados federais, ao ministro da Economia, Paulo Guedes, para mostrar o tamanho do impacto negativo que terão os Estados e municípios produtores de Petróleo”, explicou. "Isso é muito grave, pois o Rio já vive um momento de economia combalida e isso vai quebrar de vez o Estado. Não podemos deixar isso acontecer. A gente tem que tentar todas as alternativas possíveis até a votação", afirmou.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Wladimir destacou também que, de acordo com a ANP, o pico da produção de petróleo, e consequentemente dos royalties, será em 2030 e não há perspectivas de aumento nos próximos anos. “A previsão é uma perda de 30% na arrecadação dos Estados e 50% dos municípios produtores”, revelou. "Essa luta não é do deputado Wladimir ou da bancada do Rio de Janeiro. É uma briga da sociedade do Rio para não ser massacrada por essa decisão”, concluiu.

Para o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio de Janeiro, Marcelo Mérida, a falta de arrecadação vai ter uma espécie de efeito negativo cíclico. “A perda dos royalties gera um efeito cascata muito negativo, pois, com a queda de investimentos, esses locais deixam de gerar outras receitas como ISS, ICMS”, disse.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso