Começou recenseamento dos servidores do estado nascidos em maio

Facebook Whatsapp Twitter
Domingo, 18 de agosto de 2019
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Estado RJ

Começou recenseamento dos servidores do estado nascidos em maio

Facebook Whatsapp Twitter Google+

13/05/2019 às 09h00

Reprodução
Quem não fizer a atualização cadastral terá o pagamento do salário bloqueado pelo estado até que a situação seja regularizada.

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
Os servidores ativos, aposentados e pensionistas do Estado do Rio de Janeiro que nasceram em maio devem ficar atentos. Começa nesta segunda-feira (13/05), o prazo para o recenseamento obrigatório exigido pelo governo fluminense a todos os vínculos do Executivo. O procedimento tem que ser feito em qualquer agência do Bradesco — banco responsável por rodar a folha de pagamentos do estado — até o próximo dia 24 de maio.

Quem não fizer a atualização cadastral terá o pagamento do salário bloqueado pelo estado até que a situação seja regularizada.

Após o período de recenseamento, se for comprovado que a pessoa — seja inativo ou pensionista — já faleceu, por exemplo, ou até mesmo que se trata de uma 'matrícula fantasma', haverá exclusão da folha de pagamentos. Mas isso não acontece de imediato.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

O recenseamento está previsto no Plano de Recuperação Fiscal do Rio e é uma das medidas para controlar a folha salarial do estado. Com o procedimento, é possível combater fraudes.

Comissionados também

A atualização deve ser feita pelos mais de 400 mil funcionários da ativa, inativos e pensionistas do Executivo, incluindo os cargos comissionados, contratos temporários, funcionários celetistas das estatais e autarquias.

Lista extensa

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Para fazer a atualização cadastral, são exigidos diversos documentos para quem está na atividade, aposentados e pensionistas. Todos deverão apresentar Carteira de Identidade original; CPF ou documento oficial com foto contendo a informação; comprovante de residência em nome do próprio recente nos três últimos meses; PIS/Pasep (exceto pensionistas); Título de Eleitor ou e-Título ou comprovantes de votação de 2018 e de quitação eleitoral, entre outros. 

Fonte: O Dia


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso