Policiais civis vão à Justiça para barrar horas extras enquanto dívidas não forem quitadas

Facebook Whatsapp Twitter
Segunda-feira, 20 de agosto de 2018
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Estado RJ

Policiais civis vão à Justiça para barrar horas extras enquanto dívidas não forem quitadas

Facebook Whatsapp Twitter Google+

14/05/2018 às 17h21 14/05/2018 às 17h40

Daniel Castelo Branco - Agência O DIA
Sindpol pede ainda que o governo informe o débito que tem com a categoria e o pagamento integral da dívida

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
Os policiais civis do Rio entraram na Justiça, nesta segunda-feira (14/05), para impedir o cumprimento obrigatório do Regime Adicional de Serviço (RAS) pela categoria enquanto as dívidas relativas ao programa não forem quitadas. Como a ColunaServidor informou na última quinta-feira, o governo começará a convocar os agentes para as horas extras esta semana.

Na ação civil pública, proposta pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sindpol), a entidade pede ainda que o governo informe o débito que tem com a categoria e o pagamento integral da dívida.

Segundo o presidente do Sindpol, Marcio Garcia, o governo não havia encerrado as horas extras obrigatórias. Ele disse que o sindicato não foi à Justiça antes porque a categoria aguardava que os valores devidos fossem pagos, o que não ocorreu.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

"O programa RAS jamais foi interrompido na Polícia Civil, mesmo com dívidas pendentes desde 2016. Estamos ajuizando ação na justiça para obrigar o estado a honrar esses débitos e impedir que novas escalas compulsórias sejam aplicadas enquanto os policiais não receberem todas as horas extras que fizeram e não receberam", declarou Garcia.

Em relação à Polícia Militar, não há dívidas. E a Secretaria de Segurança vai colocar, já nesta quarta-feira, mil militares em regime de hora extra nas ruas da capital, Baixada Fluminense, São Gonçalo e Niterói. O objetivo é que os PMs reforcem a segurança nas áreas com maiores índices de criminalidade. Quanto à Polícia Civil, a informação de fontes do estado é de que há valores residuais a serem pagos. A previsão é de que o débito será quitado em breve.

Fonte: O Dia


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso