Procurador do Estado do Rio é preso em nova etapa da Lava Jato

Facebook Whatsapp Twitter
Segunda-feira, 21 de outubro de 2019
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Estado RJ

Procurador do Estado do Rio é preso em nova etapa da Lava Jato

Facebook Whatsapp Twitter

01/07/2019 às 10h46

Ricardo Cassiano/Agência O Dia
O mandado de prisão temporária e dois de busca e apreensão foram expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio.

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter
O procurador do estado do Rio Renan Miguel Saad foi preso, na manhã desta segunda-feira, (01/07) em mais uma etapa da operação Lava Jato. Segundo a investigação, Renan Miguel Saad recebeu R$ 1,3 milhão através da Odebrecht, dentro do esquema do ex-governador Sérgio Cabral, para dar pareceres favoráveis e alterar trajeto da Linha 4 do Metrô.

O mandado de prisão temporária e dois de busca e apreensão foram expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio. Os agentes saíram da Superintendência da Polícia Federal (PF), na Região Portuária, pouco antes das 6h. O procurador foi preso em sua residência em São Conrado, na Zona Sul do Rio, e chegou à sede da PF no Rio, na Região Portuária, por volta de 8h30. Além do mandado de prisão, também são cumpridos mandados de busca e apreensão, um no apartamento e outro no escritório dele, no Centro do Rio. 

 A investigação aponta que Saad era identificado na planilha da Odebrecht como "Gordinho" e os repasses ocorreram entre 2010 e 2012. Um dos pagamentos, segundo delação premiada do ex-diretor de contratos da empreiteira, Marcos Vidigal do Amaral, foi de R$ 300 mil em espécie e entregue no escritório do procurador, no Centro do Rio.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), a alteração causou prejuízos para o estado, com a estimativa de gastos passando de R$ 3 bilhões para R$ 10 bilhões, com a inclusão de aditivos e comprar de outros materiais. Um dos gastos que fizeram elevar o custo da obra foi a compra do tatuzão para fazer a abertura do túnel da linha 4.

Fonte: O Dia


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso