Como criar boiadeiro-australiano; habilidade para conduzir até grandes rebanhos

Facebook Whatsapp Twitter
Terça-feira, 19 de março de 2019
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Rural

Como criar boiadeiro-australiano; habilidade para conduzir até grandes rebanhos

Facebook Whatsapp Twitter Google+

08/03/2019 às 11h35

Thinkstock
Por ser dócil com o dono, leal, obediente e fácil de cuidar

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
De rápido adestramento e com energia de sobra, a raça canina tem vocação para o pastoreio, é hábil em provas de agility e pode ser ótima companhia, desde que a prática de atividades físicas faça parte do cotidiano do tutor.

Dotada de características ideais para conduzir até grandes rebanhos, a raça australian cattle dog sempre foi parceira de fazendeiros na lida de propriedades rurais na Austrália, de onde é originária e fez parte da história da pecuária local. A necessidade de auxílio no pastoreio de gado e cavalos em ranchos instalados nas extensas e inóspitas regiões típicas do país da Oceania, no século XIX, levou ao desenvolvimento do cão após a realização de muitos cruzamentos com diversas raças caninas robustas e inteligentes, misturando instintos de proteção, guarda e liderança.

Com as habilidades para o trabalho no campo reconhecidas em outros países, o boiadeiro-australiano, como é chamado pelos brasileiros, foi exportado para o mundo anos depois de sua completa formação. Presente aqui desde os anos 1980, o cachorro ainda é pouco popular, mas já há várias propriedades rurais que utilizam nas tarefas diárias exemplares fornecidos por canis dedicados à preservação do padrão e da genética da raça.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Para quem planeja entrar no comércio do boiadeiro-australiano, o potencial do mercado não se atém à aptidão do cachorro para viver em fazendas e haras, controlando o deslocamento de bovinos e equinos. Por ser dócil com o dono, leal, obediente e fácil de cuidar, o canino também é considerado um excelente animal de estimação para pessoas que gostam de praticar caminhadas, corridas e outros esportes ao ar livre.

Muito ativo, o boiadeiro-australiano precisa correr e se exercitar diariamente para manter a saúde e a qualidade de vida. Como tem facilidade para ser adestrado e atender a comandos complexos, é um cão adequado para ser treinado para a participação de provas de agility. Com corpo compacto, simétrico e musculoso, tem resistência e agilidade para saltar obstáculos, subir e descer rampas, rastejar-se no chão e equilibrar-se em passarelas estreitas.

A seu favor, o boiadeiro-australiano também conta com uma pelagem do tipo dupla – lisa com subpelo curto e denso –, que o protege de intempéries. Ao longo das duas décadas que o canino pode viver, ocorre de uma a duas vezes por ano a troca dos pelos, que são brancos no nascimento do cão e em alguns meses fixam-se no azul ou vermelho. Aliás, o tom da pelagem é o motivo do australian cattle dog ser conhecido por muitos por blue heeler ou red heeler, apelido que junta a cor com o hábito de cutucar o calcanhar (heel) dos animais que os primeiros exemplares da raça tinham ao pastorear os rebanhos.

O boiadeiro-australiano atinge o peso de um adulto no período de 12 a 18 meses de vida, correspondente à faixa de 14 a 23 quilos, sendo as fêmeas mais leves que os machos. Eles também são maiores que as cachorras na variação de 43 a 51 centímetros da altura na cernelha da raça, que é classificada de porte médio. 

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

INÍCIO Embora o boiadeiro-australiano seja um cão resistente e fácil de adestrar, é bom verificar a saúde dos exemplares antes de comprá-los. Devem apresentar-se ativos, com disposição, boa musculatura e alertas. Dê preferência para filhotes ou adultos oriundos de linhagens de qualidade. Também é muito importante ter referências do estabelecimento vendedor, evitando locais que não sejam registrados em entidades que credenciam o comércio do animal.

AMBIENTE Pode ser o mais variado para o boiadeiro-australiano viver, pois o cachorro tolera diferentes temperaturas e a ocorrência de adversidades climáticas. Tem boa adaptação em todo o território brasileiro, seja sob o calor que predomina na região centro-norte ou o frio que incide no sul do país.

CANIL Construído ou adaptado, é necessário para o conforto e segurança da criação, protegendo os cães de chuvas e ventanias. A recomendação é contar com infraestrutura com baias de alvenaria para acomodar cada animal. As medidas indicadas são aproximadamente 4 metros de comprimento por 2 metros de largura. Reserve cerca de 1 por 1 metro para o dormitório e mais um espaço para o solário. Use cimento para revestir toda a estrutura ou azulejos, no caso das paredes. Em um canto do piso, providencie um sistema de ralo para dar vazão à água da limpeza.

CUIDADOS Para manter os pelos limpos, basta uma escovação semanal, pois o boiadeiro-australiano não possui o odor característico dos cães de outras raças, não necessitando de banhos regulares. Assegure também a limpeza dos dentes oferecendo ossos de boi para roerem. É importante seguir as datas para a aplicação de vermífugos e vacinas indicadas para cães.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

ALIMENTAÇÃO Balanceada é a mais indicada para manter a saúde da raça. Por isso, para suprir as necessidades do cão, compre rações de alta qualidade e de acordo com a fase de desenvolvimento do animal em lojas de produtos agropecuários ou pet shops. Cachorros adultos comem cerca de 300 gramas de ração por dia em uma refeição, enquanto filhotes duas vezes ao dia, mas na quantidade relacionada ao peso e à idade das crias indicada pelo fabricante. Fácil acesso à água fresca e limpa é outra regra para tratar a criação. Use bebedouros automáticos para oferecer sempre água renovada.

REPRODUÇÃO As fêmeas entram no cio entre seis e oito meses de idade, sendo recomendado ter uma ninhada por ano. Pule um cio entre cada cruzamento, a fim de descansar e recuperar as mães. Nascem, em média, seis filhotes por parto, que podem ser liberados para venda após encerrado o período de desmame, entre 55 e 60 dias depois do nascimento.

Fonte: Globo Rural


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso