Em fevereiro, exportação de café bate novo recorde mensal em relação aos anos anteriores

Facebook Whatsapp Twitter
Terça-feira, 19 de março de 2019
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Rural

Em fevereiro, exportação de café bate novo recorde mensal em relação aos anos anteriores

Facebook Whatsapp Twitter Google+

13/03/2019 às 18h54

Portal do Agronegócio
Brasil exportou 3,4 milhões de sacas, 36,3% superior a fevereiro de 2018.

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
Segundo dados compilados pelo Cecafé, Conselho dos Exportadores de Café do Brasil, em seu relatório de exportações de fevereiro, o país exportou 3,4 milhões de sacas de café em fevereiro deste ano, considerando a soma de café verde, solúvel e torrado & moído.

O volume no mês foi 36,3% superior a fevereiro de 2018, quando o país havia exportado 2,5 milhões de sacas. A receita cambial também apresentou crescimento, de 10,6%, em relação ao mesmo mês do ao passado, chegando a US$ 449 milhões.

Com relação às variedades embarcadas, o café arábica representou 86,2% do volume total de café exportado em fevereiro de 2019, com 2,9 milhões de sacas embarcadas, crescimento de 33,7% na comparação com fevereiro de 2018.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

O café solúvel representou 8,2% do volume total exportado, com 281,5 mil sacas, registrando incremento de 2,5%, também em relação a fevereiro de 2018. O café conilon (robusta), por sua vez, representou 5,5% das exportações de café brasileiro em fevereiro, com 189,8 mil sacas exportadas, aumento de 582,2% em relação ao ano passado.

"Os volumes de exportação de café apresentados em fevereiro, registram o segundo recorde mensal consecutivo e histórico, neste ano. Tudo indica que se continuarmos nessa performance, deveremos encerrar o ano cafeeiro próximo a 40 milhões de sacas, o que também será um recorde histórico. Esta movimentação é reflexo da liderança absoluta do agronegócio café do Brasil, por meio da organização e eficiência logística do comércio exportador, bem como dos consistentes investimentos em pesquisa, tecnologia e sustentabilidade de todos os elos da cadeia produtiva. É importante ainda ressaltar que esses resultados demonstram que o Brasil está em franca recuperação de participação do mercado global, atendendo aos mais diversos e exigentes mercados”, declara Nelson Carvalhaes, presidente do Cecafé.

Ano-safra 2018/2019

Com relação as exportações de café no ano-safra 2018/2019 (jul/18 a fev/19), o Brasil apresentou desempenho de 27,9 milhões de sacas no período acumulado, crescimento de 32,3% em relação à mesma base comparativa do ano anterior, quando o país embarcou 21 milhões de sacas, sendo o melhor resultado dos últimos 5 anos.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Principais destinos

Na lista dos dez principais destinos do café brasileiro de janeiro a fevereiro estão a Alemanha, que importou 1,24 milhão de sacas de café (correspondendo a 18,1% das exportações do mês); os EUA, com 1,23 milhão sacas importadas (17,9%); e Itália, com 746 mil sacas (10,8%).

Na sequência estão: Japão, com 542 mil sacas (7,9%); Bélgica, com 418 mil sacas (6,1%); Turquia, com 244 mil sacas (3,5%); Reino Unido, com 189 mil sacas (2,7%); França, com 181 mil sacas (2,6%); Federação Russa, com 161 mil sacas (2,3%); e Canadá, com 158 mil sacas (2,3%).

Diferenciados

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Em relação aos cafés diferenciados, de janeiro a fevereiro, o Brasil exportou 1,3 milhão sacas, uma participação de 18,7% no volume total do café embarcado, e de 23,8% da receita cambial. Comparado ao mesmo período no ano passado, o volume representou um crescimento de 36,4%.

Os principais destinos em janeiro deste ano foram os EUA, que importaram 302 mil sacas de café brasileiro (23,5% do volume total embarcado no mês), seguido da Alemanha, com 187,8 mil sacas (14,6%) e do Japão, com 177,5 mil sacas (13,8%).

Seguem, na relação, a Bélgica, com 126,4 mil sacas (9,8%); Itália, com 101,5 mil sacas (7,9%); Canadá, com 55,7 mil sacas (4,3%); Suécia, com 36,2 mil sacas (2,8%); Reino Unido, com 35,6 mil sacas (2,8%); Coreia do Sul com 25,3 mil sacas (2%); e Holanda, com 21,9 mil sacas (1,7%).

Preços

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Em fevereiro deste ano, o preço médio da saca de café foi de US$ 131,24/saca, queda de 18,8% na comparação com fevereiro de 2018, quando a média fora de US$ 161,73/saca.

Portos

O Porto de Santos segue como líder da maior parte das exportações em janeiro e fevereiro, com 81,5% do volume exportado a partir dele (5,6 milhões de sacas), enquanto que o Porto do Rio de Janeiro aparece na sequência, com 11,8% dos embarques (814 mil sacas).

Fonte: Portal do Agronegócio


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso