Em parceria, Agricultura inicia nova intervenção no Canal Cambaíba

Facebook Whatsapp Twitter
Sábado, 22 de setembro de 2018
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Rural

Em parceria, Agricultura inicia nova intervenção no Canal Cambaíba

Facebook Whatsapp Twitter Google+

11/04/2018 às 16h48

Reprodução-Supcom
Canal desta vez apresentou problemas em uma extensão, de 10 quilômetros, devido ao excesso de chuva

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
Em parceria com o programa “Limpa Rio”, do governo do estado, a Superintendência municipal de Agricultura e Pecuária (SMAP) iniciou na última terça-feira (10/04), nova intervenção no Canal Cambaíba, que sai do Rio Paraíba do Sul em direção à Baixada Campista. O canal, que no ano passado foi dragado em um trecho de 7 quilômetros, desta vez apresentou problemas em uma extensão, de 10 quilômetros, devido ao excesso de chuva, que provocou seu transbordamento e alagou propriedades rurais em localidades como Espinho, Baltazar e Saquarema Grande, dentre outras.

"Antes era a seca e agora os alagamentos, mas esse é o regime das águas, a força da natureza, que temos que respeitar. E novamente estamos prontos para a intervenção, em nova parceria com o “Limpa Rio”. Mas vale ressaltar que por mais de dez anos, os canais da Baixada ficaram sem qualquer tipo de manutenção, que foi retomada somente no início do ano passado, quando buscamos a parceria com o governo do estado", explica o superintendente Nildo Cardoso.

Na segunda (09/04), acompanhado do presidente do “Limpa Rio”, Luiz Antônio Corrêa, Nildo Cardoso percorreu vários canais na Baixada, fazendo uma avaliação dos trabalhos já realizados e estudando as novas intervenções a serem feitas. “Estamos recomeçando pelo Cambaíba porque é o que corta as áreas com propriedades em situação mais crítica. Com duas máquinas, uma da prefeitura e outra do Limpa Rio, estamos começando a partir da confluência do Cambaíba com o Canal São Bento, onde a vegetação impede o escoamento da água acumulada. Em dois meses esperamos limpar os 10 quilômetros”, explicou o superintendente.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Ainda segundo Nildo, em muitos trechos do canal a intervenção não podia ser feita há alguns dias, porque o alagamento impedia a entrada das máquinas, como ainda ocorre em algumas partes. “E em muitas das áreas alagadas havia lagoas que acabaram drenadas, como a do Curumim, a dos Paus e a Saquarema. Com as chuvas, essas áreas voltaram a acumular água, como já era de se esperar”, completou o superintendente, lembrando que também a Lagoa Feia perdeu muito do espelho d’água com aterros irregulares nas últimas décadas.

A dragagem dos canais, ainda segundo Nildo, tem sido uma das prioridades desde o primeiro dia de governo, mas a demanda é enorme. “Toda a malha soma cerca de 1.500 quilômetros de extensão. Além do trabalho já feito no Cambaíba, que estamos retomando, realizamos intervenções em 10 dos 40 quilômetros do Coqueiros, no São Bento e no da Onça. E estamos desde outubro no Canal do Caxexo, onde já limpamos cerca de 10 quilômetros e faltam apenas dois para completar. E também no Canal Rio Novo, onde começamos a dragagem em dezembro”, completou o superintendente.

Fonte: Supcom


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso