Soja terá 2º semestre de preços baixos no Brasil e no mundo

Facebook Whatsapp Twitter
Sexta-feira, 19 de abril de 2019
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Rural

Soja terá 2º semestre de preços baixos no Brasil e no mundo

Facebook Whatsapp Twitter Google+

10/04/2019 às 11h23

Reprodução
China se sente mais tranquila quanto ao seu abastecimento nesta temporada, não devendo fazer compras agressivas

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a terça-feira (09.04) com preços médios da soja sobre rodas nos portos e no interior apresentando a mesma queda de 0,47%. Com isto, a cotação nos portos caiu para R$ 76,97/saca e no interior para R$ 72,18/saca, aumentando as perdas de abril: na exportação atingiu 0,95% e no mercado interno 0,46%.

“A Bolsa de Chicago é o reflexo de tudo o que acontece no quadro de Oferta & Demanda mundial e o Dólar [norte-americano] é o reflexo de tudo o que acontece na economia brasileira (30%) e mundial (70%), de modo que são dois fatores poderosos na determinação dos preços da soja”, explica o analista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica. 

De acordo com o especialista, nesta terça-feira as cotações da principal bolsa de commodities norte-americana para os três primeiros meses deste ano de 2019 permaneceram inalteradas, porque o relatório do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) não trouxe nenhuma alteração significativa. 

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

“No Brasil, a cotação da moeda norte-americana também quase não oscilou, por falta de mais informações sobre a reforma da Previdência, mas com um clima mais ameno, com algumas aproximações políticas. No entanto, se não piorou, também não melhorou as perspectivas”, complementa Pacheco.

Tendência

“Os estoques dos maiores exportadores caíram para 53,88 milhões de toneladas na atual temporada. Como a demanda chinesa também caiu, este país se sente mais tranqüilo quanto ao seu abastecimento nesta temporada, não devendo fazer compras agressivas nos EUA. Com isso, não estouram as cotações em Chicago, que não mais deverão subir muito, mas ficar ao redor de no máximo $ 9,50/bushel. Isso nos faz prever um segundo semestre de preços baixos no Brasil e no mundo, ainda com um Dólar provavelmente mais baixo no Brasil”, projeta o analista da T&F.

Fonte: Agrolink


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso