Domingo, 27 de maio de 2018
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Saúde

Como cuidar do umbigo do bebê

Facebook Whatsapp Twitter Google+

25/04/2018 às 18h58

Reprodução
Aprenda como limpar e evitar infecções no umbigo do recém-nascido

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+

Durante a gravidez, o cordão umbilical é o que liga a mãe à criança, transferindo oxigênio e nutrientes ao bebê. Após o parto, ele é cortado, e aí o bebê começa a se desenvolver como um organismo independente. O corte é feito de modo que o pedacinho que sobrou tenha mais ou menos três centímetros. O pequeno resíduo do cordão, geralmente preso com uma espécie de pregador, é chamado de coto umbilical.

O coto cicatriza e cai naturalmente da barriguinha, formando o buraco que chamamos de umbigo. Porém, para que esse processo seja livre de infecções e outros problemas, é importante cuidados e (muita) higiene.

Como cuidar do coto umbilical antes de cair

Para garantir que o umbigo cicatrize bem, é necessário mantê-lo sempre muito limpo e seco. O recomendado é que se higienize o coto e a área ao redor ao menos quatro vezes por dia. Para fazer a higienização, o primeiro passo é lavar as mãos com bastante água e sabão, para que as bactérias que o pai ou a mãe carregam lá não cheguem a essa região sensível do bebê.

Para iniciar a limpeza, separe algodão ou cotonete e álcool 70%, que pode ser comprado em farmácias. Com cuidado, passe em toda a extensão do coto e ao redor dele. O coto umbilical não tem terminações nervosas, por isso você não precisa ter medo de causar dor ao mexer no local

Manter a região bem seca é o mais importante. Se ela ficar úmida, é um prato cheio para as bactérias que podem causar infecções na região. Toda vez que o coto umbilical for molhado, deve ser limpo e seco novamente. E isso não acontece só na hora do banho, mas também quando a fralda é trocada, porque às vezes o xixi vaza para a região.

Não é preciso proteger a região com gaze. Para evitar infecções, o melhor é deixá-la exposta ao ar o tempo todo. Hoje em dia já existem fraldas descartáveis especiais para os primeiros dias do bebê que vêm com um orifício na altura do umbigo para deixar o coto livre e arejado. Com as fraldas normais, é possível apenas colocá-la abaixo do umbigo.

Sangue no umbigo do bebê é normal?

Um pouco de sangramento no coto umbilical é normal. Até cair, o risco de infecções é bem maior. Por isso, se perceber pus ou outras secreções malcheirosas, fale com o pediatra.

Quantos dias demora para o coto umbilical cair

Se o coto umbilical for bem cuidado, ele vai ficando escuro e seco até cair, lá pela segunda semana do bebê. Se ultrapassar a terceira semana e isso não acontecer, converse com o pediatra para confirmar se está tudo bem.

Acima de tudo, os pais não devem ter pressa. Na hora de trocar as fraldas ou as roupinhas do recém nascido, é preciso ter muito cuidado para não acabar esbarrando na região, provocando um sangramento ou até arrancando antes do tempo.

Umbigo "saltado"

Depois que o coto umbilical cai, 10 a 20% das crianças ficam com uma protuberância no local, semelhante a um umbigo "estufado". Ela é chamada de hérnia umbilical, e acontece quando uma alça intestinal atravessa o tecido muscular. As hérnias umbilicais são mais comuns em bebês prematuros e especialmente aqueles com baixo peso ao nascer.

 maioria das hérnias umbilicais em bebês se fecha por conta própria dentro de aproximadamente 18 meses. As crianças não costumam sentir dor na região e nem ter complicações. Uma vez que a hérnia está fechada, é pouco provável que reapareça.

Também após a queda do coto, o umbigo pode inchar e continuar a vazar um pouco, parecendo uma ferida. De acordo com o pediatra Yechiel Moises Chencinski, esse quadro é conhecido como granuloma umbilical e desaparece rapidamente com o tratamento adequado, sem causar nenhum transtorno.

Fonte: Minha Vida


+ NOTÍCIAS

Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso