Ficar muito tempo sentado pode prejudicar a memória, diz estudo

Facebook Whatsapp Twitter
Quarta-feira, 18 de julho de 2018
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Saúde

Ficar muito tempo sentado pode prejudicar a memória, diz estudo

Facebook Whatsapp Twitter Google+

12/04/2018 às 16h58

Reprodução
Estudo da Universidade da Califórnia em Los Angeles diz que sedentarismo pode influenciar a saúde de região do cérebro, além de aumentar o risco de doenças cardíacas

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
Ficar sentado é o novo fumar. Um novo estudo publicado nesta quinta-feira (12/04) mostra que não sair do sofá ou da cadeira por muito tempo pode afetar uma área do cérebro que é fundamental para a memória.

Em janeiro, os cientistas já haviam demonstrado que ficar sentado por longos períodos pode aumentar o risco de doenças vasculares, assim como o de problemas cardíacos.

Nesta nova pesquisa, os professores da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) recrutaram 35 pessoas com idades entre 45 e 75 anos. Eles perguntaram a frequência com que praticavam atividades físicas e o número de horas que costumavam ficar sentados por dia.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Cada um dos participantes faz uma ressonância magnética de alta resolução, que mostra uma visão detalhada do lobo temporal medial – região afetada quando as pessoas têm amnésia e envolvida na formação de novas memórias.

Os cientistas descobriram que o comportamento sedentário é um fator significativo de desgaste do lobo temporal medial. A prática de atividade física, mesmo que em níveis elevados, não é suficiente para repor esses efeitos de ficar sentado por longos períodos.

Os autores dizem, no entanto, que essa pesquisa ainda não é uma prova definitiva de que ficar sentado por bastante tempo é a causa do “afinamento” de alguns áreas do lobo temporal medial. Eles pretendem expandir o número de pessoas e aumentar o tempo de acompanhamento para entender mais profundamente a questão, além de levar em consideração outros fatores, como raça, gênero e peso.

Fonte: G1 Bem Estar


+ NOTÍCIAS

Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso