Por que cortar o dedo com a folha de papel dói tanto?

Facebook Whatsapp Twitter
Quarta-feira, 21 de agosto de 2019
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Saúde

Por que cortar o dedo com a folha de papel dói tanto?

Facebook Whatsapp Twitter Google+

12/02/2019 às 11h26

Reprodução
Um dos motivos é que a ponta dos dedos é a parte do corpo com a maior concentração de receptores de dor

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
Quem nunca se cortou com uma folha de papel? Apesar de ser um objeto aparentemente inofensivo, um corte causado por ele pode provocar dor intensa e até mesmo durar alguns dias. Mas por que isso acontece? Afinal, a laceração é, na maioria das vezes, pequena e sem profundidade. O site Science Alert decidiu investigar essa questão e descobriu que existem dois principais motivos que elucidam esse fenômeno: o primeiro está relacionado às terminações nervosas dos dedos; o segundo pode ser explicado pela superfície do papel.

Na ponta do dedo

Talvez você nunca tenha percebido isso, mas as pontas dos nossos dedos são mais sensíveis que qualquer outra parte do corpo. Isso porque, no processo evolutivo, elas foram sendo ajustadas para absorver a sensação do toque através das terminações nervosas. De acordo com especialistas, é nessa região do corpo que está a maior concentração de receptores de dor, também chamado de nociceptores. Por causa disso, ferimentos nessa área podem causar dor intensa: quanto mais rápido e mais forte for o sinal enviado ao cérebro por meio dessas terminações nervosas, mais rápida e intensa será a resposta (dor). 

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Isso acontece porque os nociceptores são responsáveis por alertar o cérebro sobre possíveis perigos, como altas temperaturas, substâncias químicas perigosas e pressão, que podem romper a pele. “As pontas dos dedos são a forma como exploramos o mundo, como realizamos as tarefas pequenas e delicadas. Então faz sentido que tenhamos muitas terminações nervosas lá. É uma espécie de mecanismo de segurança”, explicou Hayley Goldbach, dermatologista da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.  

Fonte: Revista Veja


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso