Retração da gengiva: por que ela é cada vez mais comum

Facebook Whatsapp Twitter
Segunda-feira, 09 de dezembro de 2019
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Plantão Ururau

Identificados os mortos do acidente na BR-101 em Campos

Foram identificados o homem e a criança que morreram em um grave acidente neste domingo (08/12) na BR-101, em Caxeta. Amaro Barreto Azevedo, 49 anos e Alana da Silva Avezedo,10 anos foram ejetados do veículo e não resistiram aos ferimentos. ... continuar lendo

Saúde

Retração da gengiva: por que ela é cada vez mais comum

Facebook Whatsapp Twitter

20/11/2019 às 11h36 Naíza de Souza (Estagiária)

Se boa parte do dente fica à mostra, é sinal de que a gengiva está retraindo

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter

A retração da gengiva, também conhecida como recessão gengival, é uma das condições mais prevalentes na população. Estima-se que metade dos cidadãos mundo afora, entre 18 e 65 anos de idade, tenha pelo menos um dente acometido por ela. Também se calcula que uma em cada três pessoas com mais de 30 anos apresenta pelo menos dois dentes com o problema.

Na retração, há uma redução do espaço de cobertura do dente pela gengiva, o que o deixa mais exposto. Observamos que esse fenômeno se torna cada vez mais frequente, muito por causa do envelhecimento da população. No entanto, já adianto que outros fatores pesam bastante nessa história. 

Existem vários tipos de retração da gengiva.  Sua localização e profundidade determinam um pior ou melhor prognóstico e o plano de tratamento

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Causas e conseqüências

Entre os motivos mais comuns que contribuem para o surgimento e a progressão da retração gengival estão o uso inadequado de escovas ou técnicas de escovação mal executadas. Dentes mal posicionados e a espessura da gengiva e do tecido ósseo (se muito fino, mais fácil de ser reabsorvido) também corroboram a situação. 

A utilização de aparelho ortodôntico e restaurações ou margens de próteses mal adaptadas são outras razões que favorecem ou agravam o problema. Pessoas que apresentam ou apresentaram doenças periodontais (gengivite e periodontite) e que, após o tratamento, tiveram recessão gengival, devem redobrar a atenção para evitar a piora do quadro. 

Dependendo do local e de sua extensão, a retração é muito mais do que uma questão estética: prejudica até a alimentação. Isso porque a exposição à raiz do dente eleva a sensibilidade, principalmente a alimentos frios ou pastosos. O comprometimento também eleva o risco de cáries e de lesões como erosão e abrasão dentária. 

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

O que fazer?

O uso correto da escova, sem pesar a mão na higiene dos dentes, e visitas periódicas ao dentista estão entre as medidas para prevenir a retração da gengiva.

Para quem já apresenta o problema, a primeira indicação é fazer o controle e a manutenção com o profissional. Em casos de recessão muito extensa associadas a desgastes e lesões nos dentes, pode ser necessário realizar o tratamento endodôntico (o popular canal).  Se a causa para a recessão não for interrompida, existe o risco de o paciente perder o dente. Para evitar uma situação dessas, recomendamos a avaliação de um dentista especializado em periodontia. 
Em alguns casos, a correção cirúrgica deve ser considerada, especialmente se existe a possibilidade de evolução do processo ou quando a estética fica muito comprometida. Técnicas modernas de reconstrução de tecido ou de aumento de volume da gengiva são bem-vindas nesse contexto.
É importante destacar que o diagnóstico e o tratamento adequado da retração gengival são feitos no consultório odontológico. Com a observação e as orientações periódicas, fica mais fácil prevenir e controlar o problema. 

Fonte: Saúde Abril

NOVIDADE!

Clique aqui e acesse o mais novo canal de Podcasts do Portal Ururau. Política, Economia, Esportes, Games, Inovação e muito mais você encontra no Ururau Podcast.

Estamos no Spotify, Apple Podcast, Google Podcast e Deezer. Assine já!



Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso