Vitamina K1 ? Para que serve? Alimentos ricos e os riscos da deficiência e o excesso

Facebook Whatsapp Twitter
Quinta-feira, 18 de julho de 2019
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Saúde

Vitamina K1 ? Para que serve? Alimentos ricos e os riscos da deficiência e o excesso

Facebook Whatsapp Twitter Google+

10/05/2019 às 11h57 10/05/2019 às 11h57

Reprodução
Você já ouviu falar na vitamina K1 e nos seus benefícios

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter Google+
A vitamina K1 também é conhecida como filoquinona. Quando consumida, vai diretamente para o fígado, onde, após devidamente metabolizada, garante que a coagulação do sangue seja normal.

Esse nutriente compõe um dos tipos das variações das vitaminas K que são: K1, K2 eK3. E são lipossolúveis, ou seja, necessitam de gordura para serem absorvidas pelo organismo. 

PARA QUE SERVE A VITAMINA K1?

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

No geral, os benefícios da vitamina K são mensurados contendo as 3 variações, entretanto, a vitamina k1 é tida como um anti -hemorrágico poderoso. Além disso, entre todas, é justamente a vitamina k1 (filoquinona) a grande preferida em utilizações clínicas.

Por exemplo, ela é ministrada em pacientes submetidos à cirurgia da bexiga, pois os riscos de sangramento podem ser um problema.

Além disso, grávidas antes do parto também podem receber uma dosagem de vitamina K1 para protegê-las contra hemorragias. Isso também ocorre em recém-nascidos prematuros.

Outro tratamento que utiliza a vitamina K1 é a Hipoprotrombinemia (baixas quantidades de protrombina).

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Um dado importante a respeito dessa vitamina é que, clinicamente, ela serve para converter em vitamina K3 no corpo, pois se usar diretamente a K3 o indivíduo poderá elevar a bilirrubina no sangue.

Mediante a essas informações, a K1 apresenta os seguintes benefícios:
•    Ajuda na coagulação sanguínea;
•    Previne hemorragias em pacientes em cirurgia, gestantes e bebês, sobretudo prematuros;
•    Contribui para a boa saúde dos vasos sanguíneos.

É importante salientar que a vitamina K1, quando usada clinicamente para algum tratamento específico, pode ter interações em medicamentosas com anticoagulantes orais, antiácidos que contém alumínio e alguns antibióticos.

QUAIS SÃO OS ALIMENTOS RICOS EM VITAMINA K1?
A vitamina K1 pode ser encontrada em frutas e vegetais, especialmente os folhosos verde-escuros. São eles:
•    Rúcula;
•    Agrião;
•    Escarola;
•    Espinafre;
•    Brócolis;
•    Couve-manteiga;
•    Aspargos;
•    Alface americana;
•    Acelga;
•    Salsa;
•    Manjericão;
•    Azeite de oliva;
•    Ameixas-secas;
•    Repolho verde;
•    Nabo;
•    Couve-flor;
•    Couve-de-bruxelas;
•    Cenoura;
•    Alface crespa;
•    Chicória;
•    Radichio verde;
•    Abacate;
•    Ovos;
•    Oleaginosas ( soja, grão-de-bico, lentilha).

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

É necessário consumir pelo menos 50 gramas diárias de vegetais e frutas que contêm o nutriente para garantir o aporte de vitamina K1, ou seja, é fácil de suprir a necessidade do organismo.

RISCOS DA DEFICIÊNCIA
A carência da vitamina K1 pode causar hemorragias sanguíneas, no entanto, a deficiência é muito rara de acontecer em um indivíduo saudável, uma vez que o nutriente é facilmente obtido.

No entanto, pessoas que se submeteram a cirurgia bariátrica também podem necessitar de suplementação. O mesmo ocorre com quem tem dificuldades de absorver gorduras.

Em alguns casos, pode-se desenvolver a deficiência depois de tratamentos muito prolongados com o uso de antibióticos.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Um dos sintomas da falta da vitamina K1 é o sangramento do nariz e da gengiva.

Os riscos maiores são em pacientes em cirurgia, gestantes em partos e recém-nascidos. Por isso, os especialistas administram dosagens dessa vitamina clinicamente, conforme a necessidade.

RISCOS DO EXCESSO DA VITAMINA K1

Não é só a deficiência de um nutriente que pode causar malefícios à saúde, o seu excesso também, como é o caso da vitamina K1 com relação às hemorragias.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

É verdade que esse nutriente evita que um indivíduo tenha hemorragias, entretanto, se o uso for em excesso, certamente o problema será reverso, com a intensificação daincidência de embolias e tromboses.

Obviamente que esse não é único fator que pode causar os problemas citados, mas o excesso dessa vitamina pode ser um agravante.

O efeito da vitamina K1 como anticoagulante também pode interferir na eficácia de medicamentos usados para o controle da diabetes e de problemas cardíacos.

Entenda que o excesso da vitamina K1 não ocorre por ingerir alimentos com esse nutriente, mas sim com a suplementação indevida. Portanto, jamais faça uso desse recurso sem a orientação médica.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

A dosagem recomendada diária de vitamina K em adultos é de 25mg. Mas, procure a orientação de um nutricionista para saber mais á respeito. Não se automedique!

Fonte: Quero Viver Bem


Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso