Segunda-feira, 28 de setembro de 2020
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Plantão Ururau

Prefeitura de Campos assume erro e pede desculpas a família de homem morto por Covid

O site Ururau divulgou na manhã desta segunda-feira, um caso onde familiares relataram que a prefeitura de Campos teria ligado informando quadro de melhoras a homem morto por Covid no dia anterior. ... continuar lendo

Coluna do Psicanalista

Luiz Duncan

A perda e a falta

09/11/2019 às 10h13 09/11/2019 às 10h14

Reprodução
A perda e a falta
Na mitologia grega, após a guerra com os titãs, Zeus divide o mundo entre ele e seus irmãos: Poseidon e Hades. Zeus passa a dominar o céu e os vivos; Poseidon os mares e todos que nele viajam. Hades o submundo, que é a terra dos mortos.

O submundo reside nas profundezas da terra. A passagem para o submundo se constitui de um único caminho, que é a morte. Recordo-me do filme “Fúria de Titãs”. Nele, Zeus surge irado, pois não se sente amado. Mediante a ira de Zeus, Hades retorna do submundo, estabelecendo com Zeus um diálogo.

 Quando estamos com raiva e até mesmo com ódio, damos voz aos Deuses do submundo. Como fantasmas, eles se apresentam no pensamento. É interessante marcar que Hades  ( que governa o submundo) tem um tampão de tecido que o torna invisível, permitindo assim circular pelo mundo sem ser visto.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Na vida, em muitas ocasiões, perdemos a pessoa amada e ou seu amor, e o mal pode se instalar, mal é tudo aquilo que, com a perda do amor ameaça a vida. Raiva e ódio podem ganhar força nesse momento, o ódio tende a se transformar em inveja, a inveja é um afeto que causa vergonha, é a marca de um sentimento primitivo, e enquanto tal, o sujeito se entristece com a felicidade do outro e se alegra quando o mal o atinge. O que ocorre é que esses pensamentos (que são nossos) passam a ser nossa moradia. Digamos assim, o submundo onde Hades vive se abre e nos convida a uma estadia que pode ser muito longa, quando não eterna.

Com certeza, como lidamos com a perda e a falta, marca nosso trajeto na vida. A perda está em jogo nas escolhas, quando escolhemos e devemos escolher, algo se perde, e o escolhido é sempre faltoso, pois o absoluto é da ordem do impossível,

 O sujeito humano que pensa ser possível dar conta da falta corre o sério risco de viver no submundo, procurando o que não existe. Existe um “Outro” que promete a completude. O amorimaginário, os remédios milagrosos, as terapias mágicas e drogas se apresentam a essa demanda. Lembremos que quando Zeus demanda ser amado quem aparece é Hades, com promessas fantasiosas e delirantes.

    O mal-estar da vida é insuperável, como também as angústias e inibições. Uma dose de angústia é estimulante, faz bem a criatividade do sujeito, da mesma forma que uma dose de inibição lhe é protetora; o que é possível e desejável é que o sujeito, apesar das dúvidas, das incertezas e das vacilações aposte em uma opção. A dificuldade encontra-se em carregarmos pela vida este ser que somos, um ser em falta.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

                                                                      Luiz Roberto Duncan

                                                                               Psicanalista

 


+ NOTÍCIAS

Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso