Sexta-feira, 05 de junho de 2020
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Plantão Ururau

Campos e Estado do Rio descumprem decisão de 129 leitos no município, diz Defensoria

O município de Campos e o Estado do Rio de Janeiro descumpriram a decisão de implantar 129 leitos para atendimento de pacientes da Covid-19. A informação foi confirmada pela Defensoria Pública do RJ na noite desta sexta-feira (05/06). Na semana passada, o município ampliou de 19 para 29 leitos. Logo cumpriu pouco do que foi determinado e o estado não cumpriu nada. ... continuar lendo

Coluna Dom Roberto

Dom Roberto

Mães, a ternura e carícia que permanece

07/05/2020 às 14h11

Mães, a ternura e carícia que permanece
Foi realizada por músicos franceses que estavam em isolamento social em suas casas, cada um tocando um instrumento diferente e cantando uma parte, conectados pelas redes sociais, a Sinfonia do Confinamento. A letra, que é muito bela, passa a idéia de que podemos renunciar a tudo: espaço, atividades, passeios, viagens, encontros, mas nunca a ternura.

A ternura, que nos acompanha desde o ventre materno, o primeiro espaço que conhecemos e ficamos por 9 meses, nos faz vivenciar esta experiência. Podemos dizer que o amor gera a ternura que permanece e o supera. Nestes dias, pudemos verificar esta realidade, como parece insuportável o isolamento sem afeto, sem empatia com as pessoas que convivemos.

Bem diferente é o lar com o encanto de uma mãe que nos anima, alegra e conforta. O Papa Francisco nos lembra sempre que a Igreja é Mãe, tem cheiro, atitude e coração aberto de mãe, para acolher, perdoar e curar. Nossa sociedade está doente de ódio, indiferença e intolerância, que nos ferem e levam à nossa destruição como espécie. Nesta pandemia, voltamos às casas, mas uma casa sem mãe ou alguém que faça às vezes torna-se apenas um lugar, abrigo, mas não um lar aquecido pela ternura que nos humaniza e nos torna compassivos. Por isto, é importante falar de permanência, pois é o distintivo e o código de barras de um amor materno que tem como fonte a caridade divina. Não é aleatório o comentário teológico de São João, da cena da crucifixão, sobre Maria a Mãe de Jesus: Estava a Mãe! Sim, uma mãe sempre está e estará conosco, nunca perdemos esse vínculo eterno.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Seria bom maternizarmos mais a nossa sociedade carente de proteção, empatia e cuidado. Que nossa Mãe universal, porque é a mãe de todos/as, Maria a mãe da vida e da compaixão solidária, proteja, ilumine e abençoe as nossas queridas mães, para construirmos com elas a civilização do cuidado e da ternura. Deus seja louvado!

                                                                                                                             Dom Roberto Francisco Ferreria Paz

                                                                                                                                Bispo Diocesano de Campos

 


+ NOTÍCIAS

Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso