Domingo, 26 de setembro de 2021
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Economizando

Charles Medina

Indicadores de inflação em tempos de alta nos preços

30/03/2021 às 19h45

Reprodução
Texto escrito pelo economista Charles Medina.
No artigo anterior, comentei sobre vários indicadores econômicos de forma a apresentá-los àqueles que ainda não os conheciam.

Como estamos em um momento de inflação acelerando, com o Banco Central elevando a taxa básica de juros, há importância de nos aprofundarmos em relação aos índices de preços.

Assim, dentre os indicadores mencionados a duas semanas, me refiro agora além do IPCA e o IGP-M, citados no texto “Importância dos indicadores econômicos” também ao INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Tanto o IPCA, quanto o INPC, são calculados pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, entidade da administração pública federal, vinculada ao Ministério da Economia. O IBGE se constitui em um dos principais provedores de dados e informações do País. 

O IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado) é divulgado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE).

A diferença entre o IPCA E INPC é que o primeiro aponta a variação do custo de vida médio de famílias com renda mensal de 1 e 40 salários-mínimos e o segundo de famílias com renda mensal de 1 a 5. De acordo com o próprio IBGE este último grupo é mais sensível as variações de preços, pois tendem a gastar todo o seu rendimento em itens básicos, como alimentação, medicamentos, transporte dentre outros.

Já o IGP-M é utilizado amplamente na fórmula paramétrica de reajuste de tarifas públicas (energia e telefonia), em contratos de aluguéis e em contratos de prestação de serviços.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Segundo a FVG, o cálculo do IGP-M, tem em conta a variação de preços de bens e serviços, bem como de matérias-primas utilizadas na produção agrícola, industrial e construção civil. E seu cálculo engloba a média aritmética ponderada da inflação ao produtor - Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA)- 60%, consumidor - Índice de Preços ao Consumidor (IPC)- 30% e construção civil - Índice Nacional de Custo da Construção (INCC)- 10%.

O IPCA é o índice oficial do governo, suas oscilações são analisadas pelo Banco Central para possíveis alterações na taxa básica de juros.

Desta forma, se você é investidor, olhos em cima deste indicador, pois ele rege o sob e desce da Selic, determinando os rumos da economia, produtos de investimento como CDBs, LCAs, Tesouro Direto e ações, dentre outros.

Como o IGP-M conta a variação de preços da produção agrícola, industrial e construção civil, geralmente seu indicador é maior que o IPCA, é quase sempre utilizado para definir contratos de aluguéis.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Então, se você for alugar algo e tiver a opção de negociar, opte pelo IPCA (existem períodos que o IPCA ficou maior que o IGP-M, porém na maioria das vezes ele é bem menor), lembre-se que contratos são acordos entre partes, então vale negociar o indicador de reajuste.

Conhecendo os indicadores de inflação, além de ter assunto na mesa do café, você ainda pode auferir melhores rendimentos ou pagar menos em contratos, economizando em períodos futuros.

Fonte: Charles Medina Faria

+ NOTÍCIAS

Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o http://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso