'Sem vacina, acho que cancelam a Olimpíada', diz brasileiro no Japão

Facebook Whatsapp Twitter
Sábado, 15 de agosto de 2020
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Plantão Ururau

Vídeos: Preso homem suspeito de assassinar vigilantes em Campos

Policiais prenderam no início da tarde sexta-feira (14/08), o homem suspeito de assassinar os dois vigilantes na madrugada desta sexta-feira, no interior do campus Guarus do Instituto Federal Fluminense (IFF). ... continuar lendo

Esportes

'Sem vacina, acho que cancelam a Olimpíada', diz brasileiro no Japão

Facebook Whatsapp Twitter

03/07/2020 às 12h40 Verônica Mattos

Divulgação/Kashiwa Reysol
Richardson, que atua no Kashiwa Reysol

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter

Adiados para 2021, os Jogos Olímpicos de Tóquio correm o risco de não acontecer. Ao menos essa é a visão de quem vive no Japão e acompanha de perto o que está sendo feito no país para conter a pandemia de coronavírus.

"Eu estou vendo todos os cuidados e investimentos que os japoneses estão fazendo para receber o evento, mas eu acredito que se não houver vacina, não vai ter condições de ser realizada a Olimpíada. A medicina aqui está correndo contra o tempo para conseguir essa vacina para dar segurança não só para a população daqui, mas aos atletas e espectadores que vão vir. Até pela cultura japonesa de ver as situações de risco, acho que devem cancelar o evento caso não encontrem uma vacina", opinou Richardson, meia de 28 anos e que desde 2019 atua no Kashiwa Reysol, time com sede em uma cidade há cerca de 30 km de Tóquio.

Apesar de estar localizado muito mais perto da China, local onde a pandemia de coronavírus começou, o Japão registrou, até o momento, cerca de mil mortes pela doença, enquanto que o Brasil, do outro lado do mundo, já ultrapassou os 60 mil óbitos.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Toda essa diferença, para Richardson, está na educação da população: "Quando começou a pandemia, e até hoje, existe um cuidado muito grande aqui no Japão. Acho que é algo cultural, pois nós, brasileiros, relevamos alguma situação e achamos que nunca vai acontecer com a gente. Aqui o pessoal respeita muito as normas."

E isso foi conquistado sem a necessidade de medidas tão radicais. "Quando começou a pandemia aqui no Japão, todos os campeonatos do país pararam, mas em nenhum momento fomos obrigados a ficar em casa. Não foi determinado como lei ficar de quarentena, mas pediram que a população saísse somente quando fosse necessário. Eu, particularmente, continuei em casa treinando online e ocorreu tudo tranquilo."

O retorno da J-League, a primeira divisão do Campeonato Japonês, e que só teve uma rodada disputada antes da parada, está marcada para este sábado e o Kashiwa Reysol, de Richardson, um dos líderes do torneio, encara o Tokyo.

Fonte: R7

NOVIDADE!

Clique aqui e acesse o mais novo canal de Podcasts do Portal Ururau. Política, Economia, Esportes, Games, Inovação e muito mais você encontra no Ururau Podcast.

Estamos no Spotify, Apple Podcast, Google Podcast e Deezer. Assine já!



Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o https://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso