Derrota do governo na Câmara de Vereadores de Campos

Facebook Whatsapp Twitter
Sábado, 22 de fevereiro de 2020
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Política

Derrota do governo na Câmara de Vereadores de Campos

Dos seis projetos apresentados pelo Prefeito três foram rejeitados

Facebook Whatsapp Twitter

18/12/2019 às 07h56 18/12/2019 às 08h53 Verônica Mattos

Ururau
Do lado de fora, a segurança foi reforçada pela Polícia Militar

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter

A sessão da Câmara de Vereadores de Campos nesta terça-feira (17/12), começou com mais de duas horas de atraso. Servidores da Prefeitura, prestadores de serviços ocuparam o plenário antes do início da sessão. Do lado de fora, a segurança foi reforçada pela Polícia Militar.  Os seis projetos apresentados pelo Prefeito Rafael Diniz três foram derrubados na Câmara. 

A primeira derrota do governo foi com o PL 188 que criava 24 cargos DAS na prefeitura. Vereadores do recém criado G8, a exemplo de Igor Pereira, Neném, Jorginho Virgílio e demais do G8 votando contra.

 O vereador Jorginho Virgílio ocupou o plenário e rebateu o líder do governo.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

“Existe é recomendação do Tribunal de Contas para criar os cargos, não determinação e o governo quer cumprir. Mas existe determinação do juiz Heitor Campinho para pagar o 13° salário dos servidores que o governo não paga. O vereador Silvinho Martins, da situação, disse que o projeto de lei é amoral e votou contra. Nenén argumentou que a partir de hoje o G8 vota em bloco, e que não adianta procurador nem secretário de governo fazer ameaça, citando o secretário Alexandre Bastos, e avisou: As ameaças são para matar meu grupo  mas vou morrer atirando”. 

Os vereadores Cláudio Andrade e Rosilane do René, que são da base aliada do governo, também votaram contra.  Todos os vereadores do bloco de oposição  e do grupo G 8, criado oficialmente hoje votaram contra. 

O projeto foi reprovado por 15 votos.

A segunda derrota do governo municipal foi com o projeto de lei 222/19  sobre a organização e composição do Conselho Municipal de Saúde. A proposta do governo era que uma nova eleição fosse realizada, e ainda modificava e reduzia a formação do Conselho. O projeto de lei reduzia por exemplo, a participação da sociedade civil e dos diretores dos hospitais na composição e dava ao Secretário de Saúde o poder de decisão do Conselho.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Álvaro Faria, que vinha criticando o governo e liderava o grupo G10, agora no final defendeu na Tribuna o prefeito Rafael e criticou os vereadores que formaram o G8 e votou contra. Neném reagiu e declarou que ele não podia ficar sem resposta e pediu que Álvaro falasse da negociata.  

Enquanto vereadores da base defendiam o governo  os do G8 faziam questionamentos.
Paulo Arantes perguntou para Álvaro quando foi que ele viu na Câmara um grupo aliado tomar decisão como a de hoje. 
“ A decisão  foi porque os vereadores não suportam mais ver a população sofrer por descaso”, disse o vereador 
O projeto foi sendo reprovado por 15 votos.

A última derrota da noite foi com o projeto 223/19 que  criava regras para adotar tabela diferenciada para a remuneração dos serviços assistenciais de saúde contratualizados. O projeto foi reprovado por 15 a 9. 

"O discurso de transparência  exigido pelo governo no PL 223/19 aos hospitais contratualizados é pano de  fundo, com criação de regras para não pagar os hospitais filantrópicos que atendem mais de 60% das demandas da Saúde de Campos. Mas não é exigida a mesma transparência aos gestores do hospitais públicos. Temos um custo muito elevado da Saúde em Campos. São R$ 800 milhões na Saúde, mas vivenciamos o caos. Precisamos instalar a CPI da Saúde já para identificamos gargalos desse modelo de gestão que é falido". afirmou Eduardo Crespo.

Fonte: Ururau

NOVIDADE!

Clique aqui e acesse o mais novo canal de Podcasts do Portal Ururau. Política, Economia, Esportes, Games, Inovação e muito mais você encontra no Ururau Podcast.

Estamos no Spotify, Apple Podcast, Google Podcast e Deezer. Assine já!



Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o https://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso