Carnes: tendência é de alta dos preços de boi, frango e suíno no 2º semestre

Facebook Whatsapp Twitter
Quarta-feira, 23 de setembro de 2020
Anuncie no Ururau | Contato
Logo

Plantão Ururau

PM encontra 50kg de maconha na Terra Prometida, em Campos

Policiais Militares do 8º BPM apreenderam grande quantidade de drogas, na madrugada desta quarta-feira (23/09) na Rua São João, na Terra Prometida, em Campos. ... continuar lendo

Rural

Carnes: tendência é de alta dos preços de boi, frango e suíno no 2º semestre

Facebook Whatsapp Twitter

11/08/2020 às 11h17 Lucas Arantes (Estagiário)

Reprodução
A tendência de alta aqui estaria ligada à disponibilidade interna da carne enxuta e a dificuldades na compra de parte dos produtos avícolas, principalmente os que são mais destinados à exportação.

Compartilhe essa notícia!

Facebook Whatsapp Twitter

Inteligência em Agronegócio desta segunda-feira, 10, aponta uma tendência de alta nos preços das carnes de boi, frango e suíno neste segundo semestre de 2020.

De acordo com o levantamento, em São Paulo, o preço médio do boi gordo acumula alta de 2,7% nos últimos 30 dias e forte alta nominal de 47,3% nos últimos 12 meses. A tendência de alta no mercado de proteína bovina estaria ligada à persistência do cenário de oferta restrita de bovinos terminados, do forte avanço das exportações ao longo de 2020 e do fato de que o primeiro giro de confinamento ainda não está completo, situação que deve se aliviar apenas no fim de agosto.

No caso do frango, as cotações do animal vivo subiram 4% nos últimos 30 dias, acumulando uma alta nominal de 18,2% nos últimos 12 meses. A oferta no segmento, segundo a consultoria Cogo, está mais restrita e a demanda interna aquecida, com aumento na liquidez, especialmente nos mercados de frango inteiro, cortes e miúdos. A tendência de alta aqui estaria ligada à disponibilidade interna da carne enxuta e a dificuldades na compra de parte dos produtos avícolas, principalmente os que são mais destinados à exportação.

CONTINUA DEPOIS DO INFORMATIVO

Em suínos, o relatório indica que os preços médios do animal vivo registram alta de 18% nos últimos 30 dias, acumulando uma alta nominal de 50,1% nos últimos 12 meses. As cotações do suíno vivo são recordes em algumas regiões, informa a Cogo, intensificadas pela baixa oferta de animais em peso ideal para abate, demanda interna mais aquecida e exportações registrando bom desempenho, o que também limita ainda mais a disponibilidade doméstica.

Fonte: Uol Rural

NOVIDADE!

Clique aqui e acesse o mais novo canal de Podcasts do Portal Ururau. Política, Economia, Esportes, Games, Inovação e muito mais você encontra no Ururau Podcast.

Estamos no Spotify, Apple Podcast, Google Podcast e Deezer. Assine já!



Aviso importante: a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash etc) do Portal Ururau não é permitida sem autorização e os devidos créditos e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismo de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com o Portal Ururau para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato através do email: parceria@ururau.com.br
Logo
Todos os direitos reservados - Ururau Copyright 2008 - 2016 Desenhado e programado por Jean Moraes

Poxa! Você usa bloqueadores de anúncios :(

Produzir matérias com qualidade demanda uma equipe competente e comprometida com o bom jornalismo. A publicidade é o único meio de viabilizar e manter nossos serviços ofertados gratuitamente aos nossos leitores. Colabore conosco adicionando o https://www.ururau.com.br como exceção de sites permitidos.

Clique aqui e saiba como adicionar o Ururau como site permitido!

Já fiz isso Fechar aviso